A bailarina Ana Botafogo, madrinha da A NOITE É UMA CRIANÇA, estará presente na 9ª Mostra de Dança Infantil de Florianópolis.

Ana Botafogo, primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, estará em Florianópolis nesta quinta-feira (21/10), para receber homenagem como madrinha do evento A Noite é uma Criança – Mostra de Dança Infantil, cuja nona edição ocorrerá até domingo. Ela será laureada com uma placa alusiva no palco do Teatro Governador Pedro Ivo, anexo ao Centro Administrativo do Governo do Estado de Santa Catarina, antecedendo a sessão de abertura, às 20h00.

O convite a personalidades de reconhecimento nacional e também internacional para apadrinhar a mostra já virou tradição por parte dos organizadores. “Procuramos sempre trazer pessoas ligadas à dança e ao universo infantil. Vários nomes são as próprias crianças que sugerem”, diz o coordenador geral, Carlos Eduardo de Andrade. Em anos anteriores, já vieram como padrinhos o dançarino carioca Carlinhos de Jesus, que também é pedagogo de formação, e Wellington Nogueira, fundador do Doutores da Alegria, organização não governamental sediada em São Paulo.

 

Volta ao mundo

Nascida no Rio de Janeiro, onde começou seus estudos de balé ainda pequena, Ana Botafogo complementou sua formação na Europa. Foi aluna da Academia Goubé na Sala Pleyel, em Paris, da Academia Internacional de Dança Rosella Hightower, em Cannes, e do Dance Center-Covent Garden, em Londres.

Iniciou carreira profissional na França, integrando o Ballet de Marseille, de Roland Petit. Participou de festivais em Lausanne (Suíça), Veneza (Itália), Havana (Cuba) e na Gala Iberoamericana de La Danza, em Madri (Espanha), representando o Brasil nas comemorações dos 500 Anos do Descobrimento das Américas.

Optando por continuar sua carreira no Brasil, na década de 1970, retornou ao País ainda jovem. Foi bailarina principal do Teatro Guaíra, em Curitiba, da Associação de Ballet do Rio de Janeiro e, em 1981, ingressou no Theatro Municipal do Rio de Janeiro como primeira bailarina, posição que ainda ocupa.

Como artista convidada, dançou em importantes companhias, entre elas o Saddler’s Wells Royal Ballet (Londres), Ballet Nacional de Cuba e Ballet da Ópera de Roma. Já se apresentou praticamente em todos os estados do Brasil com o Balé do Theatro Municipal do Rio de Janeiro ou junto de companhias e academias dos diferentes estados. Subiu em palcos de diversos países das Américas, Europa e no Japão.

 

Na ponta do pé

Calçando sapatilhas profissionalmente há 35 anos, Ana já interpretou os papéis principais de todas as obras mais importantes do repertório da dança clássica. Destacam-se suas performances em produções completas, como “Coppélia”, “O Quebra-Nozes”, “Giselle”, “Romeu e Julieta”, “Don Quixote”, “La Fille Mal Gardée”, “O Lago dos Cisnes”, “Floresta Amazônica”, “A Bela Adormecida”, “Zorba, o Grego”, “A Megera Domada” e “Eugene Onegin”.

Entre seus partners internacionais estão os mais expressivos nomes da dança mundial: Fernando Bujones, Julio Bocca, David Wall, Desmond Kelly, Cyril Athanassof, Alexander Godunov, Richard Cragun, Jean-Yves Lormeau, Lazaro Carreño, Tetsuya Kumakawa, Yuri Klevtsov, José Manuel Carreño e Slawomir Wozniak.

Recebeu muitos títulos, como o de “embaixador da cidade”, conferido pela Prefeitura do Rio de Janeiro, e “benemérito do Estado”, da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro. O ministro da Cultura da República Francesa nomeou-a, em 1997, “chevalier dans L’Ordre des Arts et des Lettres” (cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras) e, em 1999, o Ministério da Cultura do Brasil outorgou-lhe o Troféu Mambembe, em reconhecimento ao conjunto do trabalho e divulgação da dança em todo o território nacional. Em 2002, o Ministério da Cultura também lhe concedeu aOrdem do Mérito Cultural, na classe de “comendador”, por suas relevantes contribuições prestadas à cultura no País. Em 2004, foi honrada com a Medalha Pedro Ernesto da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Diversas capitais brasileiras já aplaudiram seus espetáculos “Ana Botafogo In Concert”, “Três Momentos do Amor”, “Suíte Floral” e, em parceria com Carlinhos de Jesus, “Isto é Brasil”. Em 2010, estreou “Uma em Quatro”.  A divulgação da dança é uma preocupação constante, levando sua arte para todas as regiões do Brasil e ministrando palestras para estimular jovens bailarinos aos encantos dessa profissão. É considerada tanto pelo público como pela crítica, uma das mais importantes bailarinas brasileiras.

FOTO

*Ana Botafogo 19: ALICE BRAVO/DIVULGAÇÃO

 

 

Assessoria de comunicação:

A Noite é uma Criança – 9ª Mostra de Dança Infantil

www.mostradedanca.com.br

Marcos Reichardt Cardoso (SC 00461 JP)

(48) 9972-0991

marcosreichardtcardoso@yahoo.com.br

 

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s