Galeria

Baile Arena – Um sopro de inspiração inovadora

Uma ideia totalmente diferente tomou conta da noite de ontem entre a galera da dança aqui da ilha, o baile foi parar no palco do teatro e os artistas foram todos os presentes, assim foi o primeiro BAILE ARENA – um espetáculo interativo de dança de salão.

A visão do palco a meia luz, contornado de mesas com os casais bailando emoldurados pelas cortinas e pelo fundo negros impressionou logo na chegada, onde cavalheiros de smooking faziam as honras da casa e auxiliavam as damas a subirem ao palco, tudo muito simples e ao mesmo tampo de uma elegância discreta e encantadora.

No meio do baile as luzes se apagaram e o foco recaiu sobre o belíssimo piano de cauda que repousava em silêncio, o jovem pianista deu o clima iniciando as apresentações com peças clássicas que culminaram num animado chorinho de Zequinha de Abreu, ao som do Tico-tico no Fubá, o bailarino Leandro Murilo deslizou pelo meio do palco e flutuou pelas notas atrevidas do chorinho com a mesmo atrevimento e destreza que a música impunha.

As atrações da noite foram se seguindo sem intervalos e como que surgindo do meio do público para o centro do palco, parecendo mesmo que todos ali eram artistas em um único espetáculo. de forma intrigante de desafiadora os integrantes da Grão encerraram as apresentações com um estudo experimental de olhos vendados e roupas negras, tudo envolto num ar de mistério que parecia permear a magia daquele espaço, culminado por trazerem as pessoas da platéia para dançarem ao som de Mercy Street (Peter Gabriel de quem sou fã!) restituindo assim o baile, da mesma forma natural e fluida com que havia sido pausado.

E assim como em todo final de espetáculo,  cerraram-se as cortinas, acenderam-se as luzes e o baile chegou ao fim, tudo de forma leve e harmoniosa com muitos aplausos como se fossemos todos nós participantes de um grande e interativo espetáculo.

Sem dúvida uma experiência singular, uma pena ter sido desfrutado quase que totalmente por alunos da Cenarium, muito embora houvessem apresentações de diversas outras academias da cidade. Uma ideia que precisa ser repetida e talvez melhor divulgada e esclarecida pois merece ser desfrutada pelo maior número de dançantes possível.

Parabéns à Aline Menezes a ao pessoal da Cenarium que conseguiu pensar fora da caixinha e trazer um conceito totalmente diferente de baile!

Assistam abaixo os videos das apresentações desta linda noite!

Anúncios

2 Respostas para “Baile Arena – Um sopro de inspiração inovadora

  1. Parabéns pelo texto, mais uma vez fizeste uma análise perfeita do que foi a noite de ontem. Sintetizaste o sentimento de quem foi participar de um evento sem saber bem o que e como era. E a Aline mais uma vez inovando no comando da ACADS, com o apoio de toda nossa escola, que tanto nos orgulha. Foi o lançamento de um novo conceito, que já nasce grande com a ousadia de quem sempre quer mais e mais.Parabéns e que venha o próximo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Pingback: Vem ai o SALÃO ARENA, Uma inspiração inovadora na dança catarinense | Dança Catarina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s